BLOG WIDEX

Sugestões para uma melhor adaptação a um aparelho auditivo

01-01-2021
18-02-2021

A adaptação a um novo aparelho auditivo demora sempre algum tempo. Provavelmente terá algumas dúvidas antes de começar a usar um aparelho no seu dia-a-dia. Neste artigo vamos esclarecer algumas dessas questões e dar-lhe várias dicas que irão ajudar a adaptar-se mais rapidamente a um novo aparelho auditivo.

 

Quando sofremos de perda auditiva e não ouvimos com a nossa total capacidade por um longo período, o nosso cérebro acostuma-se.

 

Nos primeiros dias de ajuste a um aparelho auditivo, pode surgir um som repentino muito elevado. Embora possa parecer demasiado alto ao início, os seus ouvidos e cérebro vão ajustar-se gradualmente. É por este motivo que a maioria das empresas de venda de aparelhos auditivos oferecem um período de teste sem compromisso, para assim garantir que está a obter a qualidade de audição de que precisa.

 

Apresentamos aqui algumas perguntas que surgem aos novos utilizadores durante a adaptação a um novo aparelho auditivo. Apresentamos também algumas dicas para ajudar a adaptar-se da forma mais confortável possíve:

”A minha voz soa-me estranha”

É possível que a sua própria voz lhe soe ligeiramente diferente quando começar a usar aparelhos auditivos. Irá acostumar-se após um breve período de adaptação a um novo aparelho auditivo. Muitos aparelhos podem ser ajustados com diferentes programas de escuta para, assim, poder separar os sons que deseja ouvir dos sons que não deseja.

 

"Sinto os meus ouvidos obstruídos."

Também conhecido como “efeito de oclusão”, esta situação ocorre quando sente que os seus ouvidos estão entupidos. A maioria dos aparelhos auditivos permite que o ar passe por eles para que o ouvido se possa adaptar mais rápido à sua utilização.

 

“As pessoas irão notar que uso aparelho auditivo?”

O fabrico de aparelhos auditivos é sempre um desafio. Os fabricantes têm de colocar um microfone, um processador de microchip, um amplificador e um altifalante numa embalagem muito pequena. Felizmente, a tecnologia avançou bastante rápido. Os aparelhos auditivos de hoje são mais discretos que nunca.

 

O seu grau de perda auditiva também influencia o tamanho e a potência dos aparelhos auditivos de que necessita. Com uma variedade de dispositivos que vão desde a cobertura total no canal auditivo (CIC), até os que se encontram parcialmente dentro do ouvido, ou ainda aqueles que se colocam atrás da orelha. Os aparelhos auditivos são sempre desenhados com o cuidado de serem o mais discretos possível.

 

“O meu aparelho auditivo está a apitar.”

Certos ruídos podem causar ocasionalmente um som alto e sibilante nos seus aparelhos auditivos. Geralmente, isto acontece durante o ajuste a um aparelho auditivo quando o coloca pela primeira vez e antes deste ser ajustado por um profissional. Esta situação também pode acontecer enquanto se veste, ao passar uma peça de roupa pela cabeça. Este ruído é conhecido como efeito feedback.

 

“Sinto pressão nos ouvidos.”

É normal sentir alguma pressão ou até mesmo um pouco de dor à medida que faz o ajuste a um aparelho auditivo e acostuma a uma nova realidade sonora. Embora um breve período de adaptação a um novo aparelho seja normal, deve contactar o seu audiologista no caso de a pressão não diminuir após alguns dias ou no caso de sentir dores no ouvido com frequência.

 

“Tudo me soa muito alto.”

Uma das maiores queixas de novos utilizadores de aparelhos auditivos é o volume alto. Numa pesquisa com mais de 3.000 indivíduos com perda auditiva, este foi o maior problema enfrentado por novos utilizadores de aparelhos auditivos.

 

O seu cérebro precisa de algum tempo para recordar como costumava processar os sons. No caso de ter muita dificuldade em lidar com a situação, use o aparelho auditivo apenas durante algumas horas de cada vez durante os primeiros dias. Conforme se for acostumando, aumente gradualmente o volume.

Após a colocação de um aparelho auditivo e até se acostumar à sua utilização em locais mais silenciosos, evite frequentar ambientes ruidosos durante algum tempo. Aproveite para ficar em casa e apreciar todos os novos sons que existem em seu redor.

 

Fale com o seu audiologista para criar um plano de adaptação da sua audição aos sons que não ouve há algum tempo.

 

“Necessito de um aparelho auditivo. O que devo fazer?”

A melhor forma de começar é falar com um audiologista. Agende uma visita com um audiologista ou otorrinolaringologista. O primeiro passo é fazer exames à sua audição de forma a diagnosticar o problema e perceber qual a melhor solução.

 

Faça uma pausa.

Os seus novos aparelhos auditivos colocam um novo mundo de sons à sua disposição. Por vezes, novos utilizadores de aparelhos auditivos relatam que esses sons são demasiado altos. De repente, ruídos que tinha dificuldade em ouvir, tais como a água a correr no lavatório, um clique do teclado ou o barulho do trânsito distante podem parecer-lhe muito percetíveis. Isto é exatamente o que deseja dos seus novos aparelhos auditivos, mas isso não significa que por vezes não seja um pouco incómodo.

Consulte sempre um profissional de saúde auditiva no caso de os sons serem muito fortes. Irá receber toda a ajuda de que necessita para ter uma saúde auditiva de qualidade.