BLOG WIDEX

Sabia que a perda auditiva leve também precisa de aparelho?

29-06-2021
05-07-2021

A perda auditiva leve pode trazer consequências negativas à vida de uma pessoa. Embora não seja a fase mais avançada da doença, ela também prejudica a qualidade de vida de quem sofre com esse grau de perda auditiva.

A vida pessoal é uma das áreas mais afetadas, pois as pessoas com incapacidade auditiva não se sentem confortáveis em participar em convívios, seja com familiares ou com amigos. Além disso, a vida profissional também é bastante afetada devido às falhas na comunicação.

 

Por estas razões, o uso do aparelho auditivo como forma de tratamento, mesmo que se esteja perante um grau de perda auditiva leve, torna-se fundamental para mitigar os problemas e dificuldades que a incapacidade auditiva causa. E explicamos porquê.

 

Quais são os graus de perda auditiva?

Dentro da fonoaudiologia, no ramo da audiologia, existem critérios para classificação do grau da perda auditiva. Esses critérios são classificados de acordo com os seguintes graus:

  • Perda auditiva leve;
  • Moderada;
  • Moderadamente severa;
  • Severa.

Grosso modo, esta classificação é baseada num cálculo feito pela a partir da média de algumas frequências sonoras. O resultado numérico resultante deste cálculo indicará o seu grau da perda auditiva.

O laudo audiológico não é baseado apenas no grau de incapacidade auditiva, mas também noutras informações sobre a perda auditiva como, por exemplo, o tipo, a configuração, a lateralidade, entre outros indicadores.

 

O que é perda auditiva leve?

A perda auditiva leve refere-se à incapacidade de ouvir sons suaves e mais fracos (por exemplo, o chilrear dos pássaros, alguém a falar mais baixo), além da dificuldade em percecionar sons em ambientes mais ruidosos.

 

Qual o impacte da perda auditiva leve na vida de uma pessoa?

Sabia que, independente de ter um grau de perda auditiva leve, moderado ou severo, estará sempre num estado de privação sensorial? Isto é, não conseguirá ouvir devidamente o som que deveria ouvir, portanto, a sua audição não estará dentro dos padrões de normalidade.

É por esta razão que o tratamento é essencial, sendo que, na maioria das vezes, o mais eficaz é o uso de aparelho auditivo, uma vez que lhe devolve a audibilidade dos sons.

No caso particular de uma perda auditiva leve, como referido, há dificuldade em ouvir conversas de intensidade mais fraca, principalmente em ambientes ruidosos, que são bastante desafiadores para quem tem incapacidade auditiva.

A partir do momento em que, por causa da perda auditiva leve, deixa de realizar algumas atividades da sua rotina, estará a perder qualidade de vida. É muito comum deixar de participar em reuniões com amigos e familiares, já que se sentirá frustrado por não conseguir desenvolver uma conversa simples em ambientes mais ruidosos (como os ambientes de restaurantes, bares, festas de aniversário, por exemplo).

Tudo isto pode fazer com que se isole mais, o que aumenta a probabilidade de desenvolver problemas emocionais e do foro psicológico, como a depressão e estados de elevada ansiedade.


Por que é que o uso do aparelho auditivo para perda auditiva leve é tão importante?

Os aparelhos auditivos são capazes de mudar a vida de uma pessoa, independente do grau de perda auditiva. Com o acompanhamento e tratamento adequados, terá a oportunidade de retomar o controlo da sua vida e voltar à sua rotina normal, sem precisar da ajuda de terceiros.

Importa, contudo, frisar que quanto mais avançada for a tecnologia do seu aparelho auditivo, melhor para si e para a sua qualidade de vida. Atualmente, a Widex tem ao dispor aparelhos que fazem uso de inteligência artificial, permitindo adaptar-se automaticamente a diferentes ambientes sonoros. O Widex Moment é um desses aparelhos de topo.

 

A importância de procurar um especialista para avaliar o seu caso

Recorde-se que a perda auditiva é um processo gradual. Isto significa que pode demorar a perceber que sofre de perda auditiva. Há casos em que os pacientes descobrem a perda auditiva leve quando estão a investigar outros cenários como, por exemplo, os zumbidos.

Não raras vezes, o processo pode começar com queixas de zumbidos e, depois, durante a investigação das causas dos zumbidos, acaba por descobrir que tem uma perda auditiva leve de base. Outro dos sinais de alerta é quando começa a ter dificuldade em compreender conversas em ambientes mais ruidosos.

Se se identifica com qualquer um destes cenários, é importante que procure o quanto antes a ajuda de um audiologista, pois este é o profissional indicado para avaliar o seu grau de perda auditiva.

 

Saiba que a Widex é líder em reabilitação auditiva e tem audiologistas certificados para acompanhá-lo em todas as fases do seu tratamento? Marque uma consulta para avaliar o seu caso.