Read our blog posts below

Os ouvidos também envelhecem

Cabelos grisalhos. Rugas. Dificuldade em ver. É certo que a idade afeta a forma como o nosso corpo funciona - e os ouvidos não são uma exceção.
À medida que envelhecemos, as minúsculas células nos nossos ouvidos que nos ajudam a ouvir começam a quebrar. À medida que o número de células em funcionamento decresce, também vamos perdendo a nossa capacidade de ouvir. Infelizmente, não se consegue fazer crescer mais células, o que torna este dano permanente. Este tipo de perda auditiva relacionada com a idade é chamada de presbiacusia.

Causas
Para a maioria das pessoas, a presbiacusia é apenas o resultado da idade. Contudo, existem outros fatores que podem aumentar a probabilidade de vir a ter perda auditiva relacionada com a idade. Estes incluem:
- Um historial na família de perda auditiva;
-  Fumar;
-  Exposição a ruído elevado;
-  Condições médicas, como diabetes.

Sintomas
Os sintomas de perda auditiva relacionada com a idade variam em gravidade. A perda auditiva ocorre gradualmente com o passar dos anos, e é por isso normal que não se aperceba que tem um problema. Esteja atento aos seguintes sinais de perda auditiva relacionada com a idade:
- Dificuldade em ouvir as conversas;
- Dificuldade em perceber as pessoas em ambientes ruidosos;
- Dificuldade em perceber as crianças e outras pessoas com voz mais aguda;
- Zumbidos nos ouvidos (zumbido/acufeno)

Avaliação
Consulte um audiologista caso ache que sofre de perda auditiva. Se está preocupado em não conseguir ouvir bem ou perceber tudo o que o profissional diz, então talvez não seja má ideia fazer-se acompanhar de um amigo ou familiar.

A maioria dos audiologistas inicia o exame conversando sobre diversas questões auditivas. O profissional vai precisar de conhecer o seu historial médico, quando reparou pela primeira vez que tinha perda auditiva, exposição prévia a sons elevados, e em que medida a perda auditiva vai afetando a sua vida diariamente. Esta informação será usada para perceber como a perda se desenvolveu e qual o melhor tratamento para si.

Um audiologista vai examinar os seus ouvidos utilizando uma sonda com luz, chamada  otoscópio, para tentar ver se existem quaisquer problemas físicos nos seus ouvidos. Este procedimento é indolor e não invasivo.

Os exames auditivos comuns também incluem testes audiométricos, ou testes que medem fisicamente o nível de perda auditiva. Ser-lhe-á pedido que se sente numa cabine de som concebida especialmente para o efeito para ouvir um série de tons que são enviados através dos auscultadores. Depois irá indicar quais os sons que ouve e quais os que não ouve e os resultados serão traçados num audiograma. O audiologista vai utilizar os dados para medir a perda auditiva e descobrir qual o dispositivo auditivo que mais se adequa ao seu tipo de perda auditiva.

Tratamento
Caso sofra de uma perda auditiva, o seu audiologista irá informar-lhe acerca dos tipos de aparelhos auditivos que estão disponíveis para si. Adquirir um aparelho auditivo é uma decisão importante, e por isso sinta-se à vontade para levar uns dias para pensar sobre qual será a melhor solução para si. Visite o nosso site para encontrar o audiologista mais próximo de si.
Marque uma consulta grátis em www.widex.pt ou ligue grátis para o 800 200 434