BLOG WIDEX
Família na praia com protetores de ouvido

Como prevenir a água no ouvido e aproveitar o verão

20-07-2022
20-07-2022

Seja na praia ou na piscina, o calor do verão convida a banhos e mergulhos. É altura de férias, de convívios com a família e com os amigos e de momentos de descontração. Apesar de tudo o que de bom o verão nos oferece, devemos ter alguns cuidados com o banho e os mergulhos, uma vez que podem afetar a nossa audição, caso a água entre nos ouvidos.



Para que isso não aconteça, existem algumas ações que podem ser colocadas em prática. No artigo de hoje mostraremos o que fazer quando entrar água no ouvido e quais os problemas que podem originar. Fique atento!

O que é que a água nos ouvidos pode causar?

Nas estações mais quentes, em que as pessoas ficam mais tempo em contacto com a água, há uma probabilidade elevada de acumular água dentro dos ouvidos. Essa situação pode levar a infeções na região, sendo que a mais comum delas é a otite externa, que é justamente causada pela água parada no canal auditivo.

Os principais sintomas, que acendem o sinal de alerta para otite externa, são a diminuição da audição, dor, comichão e vermelhidão nos ouvidos. Além deles, é possível também ter mal-estar acompanhado de febre.

Apesar de a otite externa ter tratamento, a água parada nos ouvidos pode causar alguns desconfortos como:

  • Aumento das probabilidades de reprodução de fungos e bactérias no canal auditivo;
  • Perda da barreira de cera protetora do canal auditivo;
  • Dor;
  • Perda auditiva;
  • Surdez nos casos em que os microrganismos não são combatidos.

 

Como prevenir a entrada de água nos ouvidos?

O contacto com a água durante o verão, aumenta a probabilidade de esta entrar nos ouvidos. Apesar disso, ninguém vai ficar fora da piscina ou do mar nas férias, certo? Existem outras formas de prevenir a entrada de água nos ouvidos, que permitem aproveitar o melhor do verão.

Eis algumas medidas preventivas:

Além disso, é importante evitar a utilização de cotonetes para limpeza dos ouvidos. Isto porque eles eliminam a barreira protetora do cerúmen, e podem empurrá-lo para dentro do canal auditivo, aumentando a possibilidade de infeções.

 

O que fazer quando entrar água nos ouvidos?

Mesmo se tomar todos os cuidados para prevenir a entrada de água nos ouvidos, no verão essa situação pode acontecer. Neste caso, é preciso agir para evitar que ela fique parada no local e cause infeção.

A ação mais simples a ser feita para remover a água nos ouvidos é inclinar lateralmente a cabeça e sacudir de forma gentil para que o líquido possa escorrer.

Se após essa manobra continuar com sintomas de infeção como dor, perda auditiva e vermelhidão é preciso consultar um médico especialista.

 

Quais os cuidados para quem usa aparelhos auditivos?

Os utilizadores de aparelhos auditivos devem ter especial cuidado no verão, de forma a evitar molhar os mesmos e, consequentemente, evitar avarias. É aconselhável usar desumidificador, de forma a retirar a humidade e suor acumulados.

Se os aparelhos auditivos entrarem em contacto com a água, é recomendável desligar os mesmos. Em seguida, é necessário retirar a bateria, secar os dispositivos e utilizar o desumidificador para que o excesso de água saia. Depois destes passos, é importante testar, para verificar se estão a funcionar corretamente.

Também está a contar os dias para aproveitar o verão? Caso utilize aparelhos auditivos, veja o nosso artigo especial sobre aparelhos auditivos molhados e proteja os seus dispositivos!