BLOG WIDEX

Aparelhos auditivos: evolução tecnológica e benefícios para os utilizadores

25-07-2022
25-08-2022

Os aparelhos auditivos são dispositivos médicos, utilizados num processo de Reabilitação Auditiva, cujo objetivo é ajudar a pessoa com perda auditiva a ouvir o melhor possível, com o máximo de conforto.

Estes dispositivos tiveram uma enorme evolução tecnológica nas últimas décadas e no artigo de hoje, vamos falar um pouco sobre essa evolução, quais os tipos de aparelhos auditivos existentes e que benefícios trazem aos seus utilizadores.



A evolução tecnológica dos aparelhos auditivos


Os primeiros aparelhos auditivos apareceram no século XVII e tinham a forma de trombetas. No início do século XX, uma tecnologia importante revolucionou os aparelhos auditivos: a invenção do transmissor de carbono, que permitiu a criação dos modelos elétricos.

Por volta de 1950, outra evolução marcou a história dos aparelhos auditivos: a criação dos transístores, que permitiu a união dos botões de ligar e desligar, diminuindo o gasto excessivo de baterias e pilhas. Como consequência, houve uma redução do tamanho dos aparelhos, permitindo assim uma evolução também em termos estéticos.

Dez anos depois, surgiu o modelo retroauricular (BTE), utilizado até aos dias de hoje.

Em 1995, a Widex lança o primeiro aparelho auditivo dentro do ouvido 100% digital, revolucionando o setor. De inovação em inovação, a Widex tem vindo a revolucionar o mercado e a melhorar significativamente a experiência sonora dos utilizadores.

Atualmente os aparelhos auditivos disponíveis no mercado têm um design discreto e elegante e, em termos tecnológicos, permitem adaptar-se e aprender com a experiência do utilizador; oferecem um som puro e natural e são mais intuitivos e fáceis de manusear.


Tipos de Aparelhos Auditivos para diferentes necessidades

 

Retroauricular (BTE)

Este é um modelo clássico que responde a diferentes tipos de perdas auditivas, desde a ligeira até à profunda. Deve ser colocado atrás da orelha, transmitindo o som através de um molde no canal auditivo externo.

Recetor no canal (RIC)

Assim como o BTE, o modelo RIC também pode ser adaptado para perdas auditivas ligeiras a profundas. Pode ser classificado como uma evolução do BTE, apresentando aparelhos mais pequenos e com diferentes potências, formas e cores. A sua versatilidade e estética tem aumentado a preferência juntos dos utilizadores.

Intracanal (ITC)

Indicado para perdas auditivas de ligeira até severa de grau I. É feito à medida e fica posicionado no canal auditivo, sendo levemente visível. Não é aconselhado em situações de patologias do ouvido externo ou infeções recorrentes.

Microcanal (CIC)

O CIC é indicado para quem tem perda auditiva ligeira a moderada. Fica encaixado no canal auditivo de um modo que quase não é possível vê-lo. Habitualmente feito à medida do canal auditivo, contudo, não é aconselhado para pessoas com um canal auditivo estreito ou sofre de infeções recorrentes ou outras patologias do ouvido externo.

Intra-auricular (ITE)

O modelo ITE é feito à medida e fica posicionado de modo a tapar toda a região da concha da orelha. A sua principal característica é a sua relação de potência de amplificação de som e o controlo de feedback. Pode ser utilizado por quem tem perda auditiva ligeira a severa de grau I.

Zumbido

Os aparelhos auditivos ao permitirem ouvir os sons envolventes, também diminuem a sensação de zumbido. A Widex desenvolveu os tons ZEN, como tecnologia complementar aos aparelhos auditivos, para quem tem zumbido mais persistente e incomodativo, promovendo uma dessensibilização do zumbido.

Audição unilateral

As pessoas que apresentam perda auditiva unilateral podem optar por dispositivos que utilizam a tecnologia CROS, que oferece uma melhor perceção dos sons.


Quais são os benefícios dos aparelhos auditivos?

Já está par da evolução dos aparelhos auditivos e já conhece os principais tipos de aparelhos auditivos disponíveis. Agora chegou o momento de entender os benefícios desta tecnologia. Conheça algumas das vantagens:

Melhoria da qualidade de vida;

Aumento da convivência social e familiar;

Melhoria das relações interpessoais;

Aumento da longevidade;

Menor probabilidade de desenvolver processos demenciais, como o Alzheimer;

Diminuição do isolamento, da depressão e do stress.

 

Como saber qual o aparelho auditivo certo para mim?

A evolução tecnológica na área dos Aparelhos Auditivos coloca à disposição das pessoas com perda auditiva, dispositivos com um som de alta qualidade, conectividade e de fácil adaptação.

Para saber qual o que melhor se adapta ao seu problema auditivo, é fundamental começar por fazer uma consulta de avaliação com um audiologista.

Pode marcar a sua consulta gratuita num dos centros Auditivos Widex espalhados por todo o país. Veja aqui o centro Auditivo mais próximo de si.

Depois de aprender sobre a evolução dos aparelhos auditivos, os tipos de aparelhos auditivos, os benefícios que oferecem e as melhores soluções do mercado, deve estar curioso para saber o preço dos aparelhos auditivos. Variam de acordo com a tecnologia utilizada e suas funcionalidades, sendo possível encontrar boas opções desde 600€ até 2.700€, podendo chegar a 5.000€ nos modelos mais sofisticados.

Na Widex pode encontrar os melhores produtos e ainda pode testá-los. Ficou interessado/a? Entre em contato e encontre os aparelhos auditivos perfeitos para si, que respondam a todas as suas necessidades!