BLOG WIDEX
Audiologista Widex

Saiba por que é tão importante proteger a sua audição

24-01-2020
25-03-2020

Todos nós podemos vir a ter perda de audição e, por isso, é importante saber como proteger esta importante função do corpo humano.

Antes de partilharmos consigo alguns conselhos que promovem a sua saúde auditiva, importa frisar que há várias causas subjacentes à perda de audição, sendo que as mais comuns são o envelhecimento e a exposição ao ruído.

Uma vez que não é possível travar o processo de envelhecimento, podemos e devemos ter cuidado no que diz respeito à exposição ao ruído.

 

O ruído afeta a sua audição - mas quais serão os limites toleráveis?

Todos os dias somos expostos a diferentes tipos de ruído, apesar de nem sempre os qualificarmos como tal. Seja numa reunião de trabalho, na hora de ir buscar os miúdos à escola, ou em simples atividades quotidianas - como quando estamos no trânsito, a passear na cidade, a cortar a relva do jardim ou a ouvir o cão do vizinho a ladrar - estamos sempre expostos ao ruído.

Claro que a forma como esses ruídos nos afetam depende do seu volume e da sua intensidade, mas esta é uma questão que não é assim tão simples de medir. Para ter uma ideia, uma conversa normal ronda, em média, os 60 decibéis (dB); e um avião a jato a decolar pode atingir 140 dB.

O problema, prende-se com o período durante o qual está exposto a esses ruídos. Isto é, se está exposto a ruídos altos de forma regular ou por um longo período de tempo, importa estar ciente que estes cenários contribuem de forma decisiva para a deterioração da sua audição.

Portanto, uma das formas de prevenir a perda de audição é tentar limitar ao máximo a exposição a ruídos altos e prolongados.

Não é por acaso que muitos países adotaram leis e regulamentos sobre os limites de ruído aos quais os trabalhadores devem estar expostos durante o dia útil de trabalho. Essa legislação visa precisamente proteger os trabalhadores contra a perda de audição. Em termos globais, o estabelecido é que o nível de ruído não exceda, por norma, os 85 dB.

Mesmo que não se identifique com qualquer um destes casos, por não trabalhar num ambiente barulhento, importa ter especial cuidado com outro tipo de situações: quando assiste a um concerto, a um espetáculo de fogo de artifício; quando viaja de avião ou mesmo quando usa auriculares para ouvir música.

 

Como é que o ruído afeta a sua audição?

O ouvido é um órgão complexo, constituído por células sensoriais que nos ajudam não só a ouvir, mas também auxiliam o cérebro a interpretar o som. Se estas células forem expostas a sons muito altos, podem sofrer danos irreversíveis - ou simplesmente morrer. A questão que se coloca é que não há forma de regenerá-las, provocando, deste modo, danos permanentes à audição.


Sabia que?

Um aumento impercetível de decibéis pode ter um grande impacto na sua audição? Um aumento de apenas 3 decibéis no volume do som pode duplicar o risco de danos na sua audição. 


Como é que pode proteger a sua audição?

Apesar de, a qualquer momento, podermos ser surpreendidos com ruído excessivo, há outros em que podemos controlar os riscos.

Por exemplo, se vai a um concerto em breve, tente afastar-se o mais possível das colunas de som, ou usar protetores auditivos. Numa viagem de avião, tente escolher um lugar afastado dos motores da aeronave. Se vai cortar a relva do jardim no fim-de-semana, use uns tampões ou, se não se sentir confortável, uns abafadores de som (apesar de maiores, cumprem bem a sua função).


Não esteja sempre no centro da ação, permita-se ter momentos de pausa e de recolhimento. A sua saúde auditiva agradece.